É possível amar duas pessoas ao mesmo tempo?

Claro, até milhares. É possível amar sua família, seu time de futebol, seus filhos, amigos...sim e todos simultaneamente! Isso por que mesmo que o amor, seja representado de forma e intensidade diferente, ele é indivisível e onipresente.

 

E você leu indivisível e pensou: eu consigo dividir meu amor entre os meus filhos!

 

Como assim? Um fica com 40%, outro com 30%... (meio estranho) a verdade é que você pode até gostar dessa maneira, mas amar nunca!

 

Então que ama seu esposo (ou esposa) ama-o por inteiro. Pode até gostar mais do seu lado compreensivo e humano e não gostar muito da sua mania de deixar a roupa espalhada na cama, mas enfim, ama o conjunto todo (afinal, não tem como separar).

 

O amor é espaçoso: tudo ou nada!

 

Quem ama só algumas características de um homem (ou mulher) e outras características do outro, definitivamente não os ama. Pode até estar muito ligada a eles e ser uma relação muito prazerosa, mas não é amor (mesmo que você acredite ser).

 

O amor também é intransferível. Quando é direcionado a um homem ou mulher somente àquela pessoa é a destinatária do amor.

 

E essa história de curar um amor com outro?

 

O amor nunca será igual, ele se personifica. Se você teve uma relação e acabou você nunca conseguirá amar outra pessoa da mesma forma e intensidade como você amava a anterior.

 

Conte-nos, também, sua experiência sobre o amor.

fbds.src = '//connect.facebook.net/en_US/fbds.js'; var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(fbds, s); _fbq.loaded = true; } })(); window._fbq = window._fbq || []; window._fbq.push(['track', '6013305560128', {'value':'0.00','currency':'BRL'}]);